Dom Fernando Arêas Rifan

13/03/2020

Dom Fernando Arêas Rifan (São Fidélis, 25 de outubro de 1950) é um bispo católico brasileiro, atual ordinário da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney, bispo titular de Cedamusa e antes sacerdote tradicionalista aliado à Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

Foi ordenado sacerdote em 8 de dezembro de 1974, e juntou-se à União Sacerdotal São João Maria Vianney, fundada por D. António de Castro Mayer a quando da saída da diocese em 28 de Agosto de 1981. Em 1991, Castro Mayer morre e sucede-lhe Licínio Rangel à frente da União Sacerdotal São João Maria Vianney, que foi ordenado bispo por 3 dos 4 bispos consagrados a 30 de Junho de 1988 pelo Arcebispo Marcel Lefebvre.

Quando da peregrinação conjunta da União Sacerdotal São João Maria Vianney e da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, em 2000, por ocasião do Jubileu, a Roma, iniciaram-se contactos com a Santa Sé para a resolução do problema.

A 18 de Janeiro de 2002 foi criada a Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney. D. Licínio Rangel, devido a problemas de saúde, pede ao Papa João Paulo II que nomeie um bispo auxiliar, que lhe sucederia como Administrador Apostólico. O padre Fernando Arêas Rifan, que era Vigário-Geral da Administração Apostólica recém criada, é nomeado bispo titular de Cedamusa e coadjutor do Administrador Apostólico Licínio Rangel.

A ordenação episcopal foi a 18 de Agosto de 2002, com o Cardeal Castrillón Hoyos como consagrante principal, assistido por D. Licínio e pelo Arcebispo Alano Maria Pena, de Niterói.

D. Licínio Rangel morreu a 16 de Dezembro de 2002 e D. Fernando sucedeu-lhe automaticamente como Administrador Apostólico.

O livro Salve Roma! A Igreja que Deus fundou, possui prefácio de Dom Fernando Arêas Rifan